quem

O atelier “aponto” foi criado em 2006 por uma dupla de arquitectos luso italiana.

Marina Félix

Licenciou-se em 2003 no curso de Arquitectura do Planeamento Urbano e Territorial da Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa.

Colaborou com o arq.º José Lamas desde 2000, onde coordenou Planos Municipais de Ordenamento do Território. Possui formação nas áreas de construção sustentável, restauro urbano, eficiência energética, entre outras. Os sistemas de construção tradicional é uma paixão que respeita e a inspira.

Gian Paolo Cilurzo

Licenciou-se em  1999 no curso de Arquitectura do Instituto Politécnico de Milão.

Colaborou com o arq.º José Lamas, arq.º Andrea Bruno e arq.ª Teresa Nunes da Ponte, especializando-se em intervenções em edifícios e sítios históricos e equipamentos públicos. Conciliar a construção nova com o tecido histórico envolvente é dos desafios que mais o aliciam.

 

O atelier tem desde sempre contado com colaboradores de origem internacional. Diferentes escolas e culturas contribuem para uma equipa com mais saber e sensibilidade.

Ao longo destes anos contámos com a colaboração de Mattia Villa, Sara Montanari, Maria Telles, Catarina Eisele Cabral, Matteo Cattaneo, Andrea Matteini, Carlo Gariboldi, Rafael Rodero, Mario Olivetti, Olaya Mourenza Flórez, Andrea Lussignoli, Ana Eusébio, Teresa Azevedo, Kataryna Wozniak e Martyna Wiech.