skip to Main Content
Vamos Falar De Casas De Banho?

Vamos falar de Casas de Banho?

Detesto a minha casa de banho!

Os azulejos da parede, a banheira antiga, as juntas com bolor, o autoclismo que funciona mal, a luz terrificante, nada nos faz relaxar.

O banho não devia servir para relaxarmos um pouco, para termos um tempo só para nós, em que ninguém nos interrompe?

Queremos melhorar mas só de pensar no trabalho que dá perdemos logo o entusiasmo.

Obras, grandes, complicadas, barulhentas…

Mas na verdade não tem que ser assim.

Podemos fazer alterações de 180 graus com pouco barulho, poucos custos e no final temos finalmente uma casa de banho onde cada ida é momento de relaxamento, de meditação.

Comecemos então pelo banho.

Já sabemos que a grande maioria de vocês dispensa a banheira.

Como o seu espaço dá um belo duche e com lugar para dois. A torneira é logo para mudar por uma com chuveiro de mão e cabeça fixa tipo cascata. Por menos de 100€ fazem a festa.

As bases de duche grandes também já se encontram a bom preço.

Caso não queiram a base de duche tão grande podem sempre aproveitar parte do espaço para colocação de um armário fixo. Dá imenso jeito para colocar as toalhas e toda a imensa variedade de coisas que se tentam guardar numa casa de banho.

Também podem construir um pequeno banco no topo, que, entre outras coisas, pode servir para colocar champôs e gel duche.

Se conseguirem colocar um toalheiro elétrico excelente, podem colocar nele ganchos de plástico ( que se encontram facilmente à venda nas grandes superfícies), nestes ganchos podem pendurar as toalhas a secar, o roupão de banho, a roupa…

Antigamente existia um toucador nos quartos, para maquilhagem e tratamento do cabelo, colocação de joias.

Ora isso são tudo coisas que passaram a ser feitas na casa de banho, mas a verdade é que nem sempre existem as devidas condições na mesma. A bancada é pequena, não há arrumação suficiente, a luz é terrificante.

Na minha opinião poderão existir 3 tipos de iluminação, a geral, de teto, a do espelho, mais de ambiente, e pode ainda existir uma terceira que pode fazer parte de um espelho de aumento, para maquilhagem, barba.

Todas elas podem ser usadas separadamente ou conjugadas.

Mas aquilo que geralmente implica mais intervenção é mesmo modificar os azulejos das paredes, que podem mesmo ser de por os cabelos em pé.

É preciso partir as paredes todas? Não!

Podem perfeitamente aplicar por cima principalmente se forem peças grandes. Até podem nem aplicar nada e somente barrar os azulejos, deixando a sua aplicação para as zonas em contacto com a água, assim controlam os custos e podem investir mais dinheiro em outros elementos.

A maior parte das pessoas não conhece as vantagens de uma sanita suspensa. Uma sanita suspensa não é uma opção somente estética, porque é bonita. Vamos então falar de algumas delas:

  • Facilidade de limpeza, é passar a esfregona pelo chão todo e já está, nada de locais onde a sujidade se acumula e só sai com a escova de dentes;
  • Redução do espaço ocupado pela sanita, aumentando o espaço livre da casa de banho;
  • A sanita suspensa não necessita de ter o autoclismo embutido, existem modelos com o autoclismo normal;
  • Não, a sanita suspensa não cai, é fixa numa estrutura metálica que fica dentro da parede;
  • É possível colocar autoclismos encastrados em paredes com a espessura normas de 15cm, uma vez que já existem no mercado com espessuras de 9cm, estes autoclismos vêm com uma estrutura metálica que suporta a sanita;
  • A sanita suspensa permite a alteração da localização da sanita sem terem que partir o chão e furar o teto do vizinho, isto porque o esgoto está na parede;
  • Podemos colocar a sanita um pouco mais alta do que o normal, o que pode dar jeito para pessoas mais altas ou com mobilidade condicionada (cadeiras de rodas por exemplo).

E se depois disto não entrarem na vossa casa de banho e olharem para ela de outra maneira… Então é porque ela é perfeita. Mas será que é mesmo?

Back To Top