Prédio na Costa do Castelo, Lisboa, Portugal

A construção do edificio data da segunda metade do século XVIII, a quando do início das obras encontrava-se em mau estado de conservação. As obras de alteração realizadas tiveram como objectivo a adaptação do imóvel a condições minimas de habitabilidade, com níveis de confronto habitacional adaptados ao modo de vida actual. As alterações com maior relevância ocorreram no piso 0 e água furtada, onde se adaptou um apartamento de tipologia T2 em T0 e outro de T4 para T3.


            alçado

            planta R/C

            planta do 1° piso
            planta do 4° piso